VOLTAR  

Durante a minha conferência de 31 de outubro de 2015 em Brasília

Em 31 de outubro de 2015, às 15:30 horas proferi uma conferência para mais de 6000 pessoas no Centro de Convenções Ulysses Guimarães em Brasília durante o IV CONGRESSO INTERNACIONAL DE SAÚDE QUÂNTICA E CURAS NATURAIS, que teve direito a aplausos durante a exposição e durante a qual tivemos oportunidade de explicar para um público predominantemente feminino (aproximadamente 80% de mulheres), que a mamografia não cumpriu suas promessas de reduzir a mortalidade por câncer de mama e as mastectomias, muito pelo contrário.

sim2

Vista da plateia do anfiteatro lotada durante a conferência da Dra. Lucy Kerr no evento em Brasília

A realidade é bem outra: a mamografia foi incapaz de reduzir a mortalidade pelo câncer de mama, após décadas de estar sendo aplicada em 90% da população feminina entre 50 e 79 anos (Suécia e Suíça) e ainda causou muitos malefícios, tais como aumento de mais de 4 vezes das quadrantectomias e mastectomias desnecessárias (falso-positivos) e metade dessas pacientes passaram por radio e quimioterapia e não tinham câncer. Explicamos que a principal causa de falso-positivo é o carcinoma in situ de mama que é apenas fator de risco para o câncer de mama, diferentemente do que se achava no passado, que fosse precursor, quando justificaria a cirurgia preventiva. E ainda a mamografia irradia a mama, aumentando o risco do câncer radiogênico. As mulheres diagnosticadas com câncer de mama deprimem-se com frequência e podem chegar ao suicídio, cuja taxa aumenta 14 vezes no primeiro ano do diagnóstico e 7 vezes no segundo. E isso pode ocorrer pelo câncer inexistente!

Também explicamos que a mamografia não detecta até metade dos cânceres de mama que estão presentes na época do rastreio, gerando a falsa tranquilidade e postergando o tratamento quando surgem indícios de que o câncer está presente. Embora esses fatos sejam bem conhecidos da ciência séria e sem conflitos de interesses, cujo máximo representante é a Cochrane, temos observado que interesses econômicos têm impedido que essa informação chegue às mulheres brasileiras, fazendo com que continuem sendo mutiladas desnecessariamente. Dessa forma contra balanceamos as inúmeras propagandas enganosas do outubro rosa e com muito sucesso!

Ao término da conferência, um enxame de mulheres se reuniu ao meu redor e precisamos nos deslocar para um espaço anexo à sala da conferência para continuar falando por mais 40 minutos sobre o assunto, aprofundando as explicações, esclarecendo as dúvidas que restavam, tirando selfies com elas e assinando autógrafos. Muitas estavam encantadas e quase extasiadas por não precisarem mais se submeter a esse exame horroroso que é a mamografia, que faz das mamas um sanduiche, com dores muito fortes, especialmente naquelas mulheres com mamas densas. Outras se mostravam indignadas com as mentiras das propagandas enganosas das quais foram vítimas, enquanto outras mostravam se felizes por terem seguidos seus instintos e nunca realizado qualquer mamografia.

Todas queriam muito saber as alternativas para o rastreio do câncer de mama, já que não mais realizarão a mamografia e explicamos que o método tríplice (US+Doppler+Elastografia) seria o ideal, pois utiliza três métodos com princípios físicos distintos e tem maior acuidade diagnóstica. Mas se o exame tríplice das mamas não estivesse dentro do poder aquisitivo, poderiam rastrear com US e Doppler ou apenas com a US. E ainda, se a paciente não dispusesse de qualquer recurso, restaria o exame físico das mamas realizado pelo médico, que é equivalente à mamografia, conforme constatado no estudo canadense de 25 anos de acompanhamento de quase 90.000 mulheres.

E às 19 horas desse mesmo dia tivemos um workshop durante o qual falamos por mais 3 horas sobre o assunto, agora para um público no qual havia muitas mulheres com câncer de mama operado ou em tratamento clínico.

E pedimos a todas as mulheres presentes que assinassem o nosso abaixo-assinado para abolir a mamografia e divulgassem nossas conferências online sobre o assunto.

Voltamos felizes, pois mais uma etapa foi vencida. Uma experiência inesquecível!

Eu explico tudo em detalhes nas palestras sobre os Benefícios e malefícios da mamografia:

https://www.youtube.com/watch?v=htajNoDruK8

https://www.youtube.com/watch?v=8Ww8Yf8KaCg

https://www.youtube.com/watch?v=xRquyOroqfQ

Ou na conferência sobre a Farsa da mamografia assistida por mais de 11.900 pessoas:

Para apoiar nossa campanha para ABOLIR A MAMOGRAFIA assine nossa petição eletrônica:

https://secure.avaaz.org/po/petition/Ministerio_da_Saude_Abolir_a_mamografia_pois_e_ineficaz_e_causa_maleficios/?tdDFyfb

Deseja se cadastrar em nosso mailing?