VOLTAR  

A DRA. VERA MAGALHÃES CONTA SUA EXPERIÊNCIA COM OS CURSOS À DISTÂNCIA E PRESENCIAIS DO IKERR EM ENTREVISTA

Por que a Dra. Decidiu fazer o curso de Elastografia no IKERR-Instituto Kerr de Ensino e Pesquisa?

Eu conheço e respeito muito o trabalho da Dra. Lucy Kerr e venho acompanhando seus cursos à distância sobre Elastografia. Comprei todo o curso da Dra. que é comercializado pela TV MED e assisti suas aulas sobre Elastografia, cujo conteúdo permitiu que me introduzisse no método e conhecesse suas aplicações. Não é o primeiro curso do IKERR que adquiro, pois é minha opinião que o ensino à distancia é bastante proveitoso, esclarecedor e cômodo, permitindo revisar a matéria quantas vezes for necessário, oferecendo todo conhecimento teórico para a prática presencial.

Sabemos que trabalha no Centro de Referência e Treinamento em DST/AIDS da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, que recentemente recebeu um equipamento da Siemens, o AS 2000 com elastografia. Sabe nos informar como foi decidida a compra do equipamento?

As equipes médicas dos setores de Diagnóstico por Imagem e Hepatite, tomaram conhecimento através de informações obtidas no portal Lucy Kerr, sobre a existência de um novo método, independente do operador, a Elastografia ARFI, que forneceria um resultado equivalente à classificação Metavir. Acrescido a isso, as novas informações do Ministério da Saúde, Suplemento 1 e 2, pg 12 sobre o Protocolo clínico e Diretrizes Terapêuticas para Hepatite Viral C e coinfecções, que cita a elastografia hepática equivalendo à classificação Metavir, reforçou e norteou a nossa escolha para a aquisição de um equipamento com esta técnica não invasiva, permitindo substituir a biópsia por um método menos invasivo e que diminuiria os riscos de complicações para os pacientes.

Sabe nos informar se houve alguma mudança na conduta do Ministério da Saúde referente ao protocolo do emprego das medicações antivirais mais modernas para tratamento da Hepatite C com fibrose hepática, como o BOCEPREVIR e o TELAPREVIR?

Sim, o suplemento 2 de 2013, Protocolo clínico e Diretrizes Terapêuticas para Hepatite Viral C e coinfecções, introduz as medicações Boceprevir e Telaprevir, que tem ação viral direta, pertencendo à classe dos inibidores de protease, e que podem ser asociadas com a Alfapeginterferona e a Ribaverina, constituindo a Terapia tripla. São indicados aos portadores monoinfectados pelo genótipo I do HCV e com fibrose avançada (grau 4), da classificação Metavir, ou para cirrose hepática compensada.

Pode prever qual será a conseqüência da aprovação da elastografia para quantificar a fibrose da hepatite C?

Com a qualificação de um maior número de médicos para realizar e interpretar a Elastografia hepática, estaremos atendendo um imenso contingente de portadores da doença, garantindo menos riscos, mais eficácia e adesão ao tratamento.

Como se decidiu pelo curso de Elastografia do IKERR com Dra. Lucy?

A Dra. Lucy é uma profissional muito reconhecida. Já assisti muitas de suas aulas e fiz cursos presenciais há vários anos. Percebo que há um grande diferencial em suas aulas e na profundidade de seu conhecimento, assim como, na capacidade de transmiti-lo. Percebo que o conhecimento que adquiro em suas aulas à distância, ou em congressos, sempre tem fundamento e aplicabilidade.

Quais foram seus objetivos ao realizar o curso?

Melhorar os conhecimentos recebidos no curso à distância e adquirir o treinamento prático indispensável para dar andamento ao serviço de elastografia no Centro de Referência onde trabalho. Faltava apenas a capacitação profissional, que eu agora adquiri, para iniciar  a aplicação do protocolo completo.

Recomendaria os programas de curso à distância e presencial do IKERR para seus colegas?

Gostei muito do curso, que foi bastante proveitoso e objetivo. O treinamento prático possibilitou adquirir habilidade nessa nova técnica para dar inicio a minhas atividades no Centro de Referência.

Sugiro a todos que tem interesse nessa nova técnica que procurem  o curso presencial da Dra. Lucy.

A Clínica SONIMAGE oferece exames confiáveis e precisos, que permitem diagnóstico precoce de muitas doenças, inclusive o câncer. A saúde de cada paciente é preciosa para nós. Os diagnósticos da SONIMAGE são minuciosos e precisos, decorrentes das melhores técnicas científicas investigativas. Para isso aplicamos o protocolo completo associado a mais avançada tecnologia disponível. E mantemos seu prontuário por tempo indefinido, o que permite comparações minuciosas e elucidativas dos achados médicos e as mudanças ao longo do tempo, mais diagnósticas do que o exame isolado. Para marcar exames na Sonimage ou maiores informações, ligue para 11 3287-3755 ou 3287-5357

Deseja se cadastrar em nosso mailing?