VOLTAR  
Prezados colegas e amigos!
No final de semana passado aconteceu com muito sucesso o segundo módulo do curso de Pos-Graduação em Termografia e Exame Tríplice Para o Rastreio do Câncer de Mama com métodos sem nenhum efeito biológico: a Termografia e o exame Tríplice (Ultrassonografia, Doppler e Elastografia) ministrado na Universidade de Sao Paulo pela Dra Lucy Kerr e o Dr. Marcos Brioschi.
Dra. Lucy Kerr em atividade didáticaDra. Lucy Kerr em atividade didáticaDr. Marcos Brioschi em atividade didáticaDra. Lucy Kerr e Marco Brioschi em atividade didática
As fotos mostram alguns momentos das aulas do curso, que tem sido muito elogiado pelos
alunos, nos quais aparecem alguns dos alunos e os Professores Dr. Marcos Brioschi e a
Dra. Lucy Kerr em atividade didática.
A proposta é formar profissionais médicos em vários locais do pais para atender a demanda das pacientes que não aceitam mais receber radiação ionizante para rastrear o câncer de mama. Também, a finalidade de treinar esses médicos é a possibilidade de rastrear o câncer de mama em mulheres jovens, com mamas densas, nas quais a mamografia está contra indicada em todos os protocolos internacionais, e apenas no Brasil se observa aconselhamento de rastreios até semestrais para essas pacientes. Um verdadeiro absurdo SEM BASE CIENTÍFICA NENHUMA.
O curso visa capacitar médicos nestas áreas de atividade para atender os pacientes em todo o Brasil com estes recursos diagnósticos de alta confiabilidade e sem perigos de danos à saúde.
Na atualidade são muito escassos os médicos oferecendo esses exames, aplicando o protocolo e técnica apropiados. Aliás, é pouco comum o uso do aparelho da Siemens -capaz de realizar o exame tríplice com a câmara de termografia de alta qualidade- para o treinamento dos alunos.
Os alunos tiveram a oportunidade de assistir à Dra. Lucy Kerr examinando patologias complexas em pacientes e foram orientados passo a passo para corrigir e aperfeiçoar suas técnicas de exame. O comentário geral foi que a técnica que Dra. Lucy ensinou nunca tinha lhes sido apresentada, e isso explica os resultados pobres que temos observado nos rastreios US do câncer de mama em nosso país.

Fique atento a nossas publicações nas redes para participar de outras edições a serem realizadas proximamente, ou clique aqui para mais informação sobre o curso.